Júlio César: dos relvados para a ficção
Ivo Geraldes
23.MAI.2016

O guarda-redes do Benfica, Júlio César, está a gravar uma participação especial na novela da TVI, "A única mulher" naquela que é a sua primeira experiência como ator.

Ainda a recuperar de uma lesão e já com a época terminada, depois de se ter sagrado campeão nacional, Júlio César está a viver uma curta experiência como ator. O guarda-redes do Benfica esteve esta segunda-feira nos estúdios da produtora Plural, em Bucelas, a gravar uma participação especial na novela da TVI, A Única Mulher.

Embora o experiente futebolista de 36 anos já tenha dado a cara por diversas campanhas publicitárias, confessa que nunca tinha experimentado representar. "Foi muito engraçado. Vim tranquilo até porque as falas eram curtas. Se colocassem umas mais compridas aí é que ficava mais complicado", afirmou o brasileiro, acrescentando entre risos: "Hoje está sendo mais fácil do que defender um penálti mas ainda assim prefiro a baliza".

Para quem a ficção não é uma novidade é Susana Werner, mulher do guarda-redes, que foi atriz durante alguns anos e participou em várias novelas no Brasil. "A Susana sempre forçou para que participasse mais em séries e novelas e eu dizia sempre que essa parte era com ela e comigo era jogar à bola", contou.

Paula Neves, Ricardo de Sá e Paulo Pires foram três dos atores com quem Júlio César gravou e parece que o guardião encarnado demonstrou ter outras aptidões para além do futebol. "Foi fácil trabalhar com o Júlio César para além de ser um excelente guarda-redes é também um promissor ator", destacou o ator Paulo Pires no final da manhã, já depois do futebolista do Benfica ter gravado três cenas.

A experiência não se ficou por aqui. Sexta-feira, Júlio César volta a gravar para a novela da TVI, desta vez já no seu "habitat natural", o Estádio da Luz. Questionado se pensa seguir carreira na representação quando pendurar as botas, o brasileiro garante que não. "Decididamente não é a minha praia", explicou, entre gargalhadas.

comentários