Os segredos de Adele e o adeus ao "quinto Beatle" no Odisseia
Luís Alves Vicente
24.MAI.2016

Com produção de George Martin, "Soundbreaking" estreia-se esta terça-feira e revela curiosidades sobre o mundo da música.

Um novo olhar sobre o universo da música, com produção de George Martin, conhecido como "o quinto Beatle" e que morreu este ano, é o que se pode esperar da nova aposta do canal de cabo Odisseia, que se estreia esta terça-feira, pelas 21.30. Durante oito episódios, Soundbreaking mostra os bastidores do mundo da música, revela segredos e curiosidades sobre os processos de gravação de canções e álbuns icónicos e analisa o impacto da tecnologia nesta indústria.

Em Portugal, cada transmissão é antecedida por uma entrevista, conduzida por Gonçalo Castro, com GNR, Linda Martini, Zé Pedro, dos Xutos e Pontapés, ou David Fonseca, sendo que cada artista comenta dois dos episódios. A primeira temporada da nova série documental conta com um total de 150 entrevistas a estrelas preponderantes da cena musical internacional, como Elton John, Eric Clapton, Paul McCartney, Tom Petty, Annie Lennox e Ben Harper.

Odisseia
Os GNR vão comentar dois episódios

No terceiro episódio, sob o lema "O instrumento humano", Soundbreaking mostra os bastidores da gravação da música Rolling in the Deep, de Adele, com o testemunho do galardoado produtor e braço-direito da britânica, Paul Epworth. As técnicas para as gravações de vozes como a de Amy Winehouse e a de Christina Aguilera serão estudadas e o software de modificação vocal conhecido como auto-tune será alvo de escrutínio.

Antes de morrer, em março deste ano, George Martin, apelidado como "o quinto Beatle" devido ao seu papel fundamental no êxito da banda de Liverpool, definiu Soundbreaking como uma série "que aplaude os artistas que estão por trás das gravações, gente que trabalha com paixão para gravar uma música excelente e que ao fazerem isso enriquecem a nossa vida". Este foi um dos últimos projetos em que Martin trabalhou, antes de morrer.

comentários