A apresentadora que esteve quase para ser enfermeira
A.F.S.
30.JUN.2015

É uma das caras da RTP. Tem 33 anos, é casada e tem dois filhos. Em criança já revelava ter talento para a comunicação. Sonhou seguir várias profissões até que um casting definiu a sua vida. Agora, foi a escolhida para substituir Tânia Ribas de Oliveira nas manhãs da estação pública

Desde tenra idade mostrava talento para a comunicação, embora também fosse apaixonada por ciências. "Recordo-me que a minha irmã sempre teve facilidade em comunicar, não tinha vergonha, era bastante extrovertida e conseguia captar a atenção e o carinho de todas as pessoas", conta à Notícias TV a irmã mais velha de Joana Teles, atual apresentadora do Agora Nós (RTP1), Bárbara. Muito unidas. É assim a relação de ambas. "Com o tempo parece que estamos cada vez mais ligadas, apesar de eu viver no Porto e ela em Lisboa", diz.

O mundo da televisão sempre a fascinou, mas os interesses de Joana Teles, nascida no Porto há 33 anos, foram sempre mais além. Começou por sonhar ser astrónoma, mais tarde bióloga. "Gosto muito de plantas e de animais. Desde os três anos que era capaz de ficar horas a ver os animais. Era capaz de ficar parada a olhar para uma simples minhoca a andar de um lado para o outro", explica. Foi precisamente este gosto por tudo o que estivesse ligado às ciências que fez com que seguisse enfermagem quando chegou a hora de entrar na faculdade, área em que quase se licenciou, faltando-lhe apenas concluir o último ano.

Até que um casting organizado pela RTP em 2006 passou pela sua vida como um furacão, varrendo todos os planos profissionais que já teria estabelecidos para si. Pedro Costa Lopes, marido da comunicadora, foi o grande responsável, uma vez que foi o próprio que a inscreveu. "Foi uma coincidência. Durante um almoço, surgiu o anúncio do casting. Como a minha casa do Porto é perto da RTP, perguntei-lhe se queria que a levasse lá para ver e tentar", conta ao nosso site. No início, Joana duvidou. E, como o "não" era sempre garantido, lá aceitou a sugestão de Pedro Costa Lopes. "Lembro-me de estar na porta do edifício e darem-lhe um número. Esse número está na carteira dela desde esse dia. Creio que é o 7296", revela o marido, que conheceu a comunicadora no Porto, há 10 anos.

Acabou por ser uma das 10 selecionadas e iniciou, de imediato, um curso intensivo de apresentação na estação pública. Pouco tempo depois, Daniel Oliveira, na altura coordenador de alguns programas da RTP, chamou-a para ser repórter do Só Visto!.

Foi, precisamente, o trabalho na RTP que fez Joana trocar a cidade do Porto por Lisboa, há cerca de 6 anos. "Adoro o Porto. Sinto muitas saudades da cidade. Vivi lá até aos 26 anos, o que representa a maior parte da minha vida. Embora me sinta muito bem em Lisboa e também já tenha a cidade no coração, o Porto é a minha casa, onde tenho as minhas raízes", prossegue.

Vista pela família como uma pessoa incapaz de ficar quieta no sofá e precisar de estar sempre a fazer qualquer coisa, Joana Teles conjuga com a sua carreira de apresentadora, um blogue e mais recentemente uma marca de roupa para grávidas que lançou este ano. "Gosto muito de escrever. Fui desafiada a lançar um blogue e assim nasceu o Bastidores, que pretende mostrar os que está por detrás da televisão e da minha vida. Já a minha marca de roupa para grávidas, a BBme, foi lançada este ano e está a correr bastante bem, já exportei para alguns países", conta a apresentadora.

Bárbara Teles salienta o carácter empreendedor e proactivo que a sua irmã mais nova sempre teve. "A Joana sempre fui autónoma e independente. Trabalha desde muito cedo. O seu primeiro trabalho foi como promotora de eventos que lhe permitiu conciliar com os estudos e pagar as propinas da faculdade", recorda.

Desde que se conhece que Joana Teles pratica desporto. Jogou voleibol, andebol e basquetebol na escola. Mas foi no basquetebol que acabou por obter maior sucesso tornando-se campeã regional. Atualmente, vai 4 vezes por semana ao ginásio. "Só quando estou a fazer um programa como o Verão Total, que vem aí agora. é que não consigo ir, por isso aproveito para correr". Uma vida saudável que ajuda a que a doença de Crohn, que lhe foi diagnostica aos 23 anos, esteja estabilizada e não afete em nada a vida da apresentadora da RTP.

Muito ligada à família, no meio de toda a dedicação que tem para com o trabalho, Joana Teles afirma conseguir ter tempo para tudo. "Consigo separar as coisas. Sou muito organizada".

comentários